To give you the best possible experience, this site uses cookies. Using your site means your agree to our use of cookies. We have published a new cookies policy, which you should need to find out more about the cookies we use. View Cookies Policy.

No product at this time

Offer Banner
Offer Banner
Offer Banner

Sub Description

Testimonial

Description

Mirum est notare quam littera gothica, quam nunc putamus parum claram anteposuerit litterarum formas.

Our Latest News

This is Description
Descobre as Vantagens das Películas de Gel!

Então, quais são as vantagens das películas de gel? Não te preocupes, nós explicamos. Em primeiro lugar, as películas de gel são feitas de um tipo especial de silicone, que é mais flexível e adaptável do que as películas normais. Isto significa que a película de gel será capaz de seguir perfeitamente os contornos do ecrã do seu telefone, ao contrário de outros tipos de protectores de ecrã que podem deixar bolhas de ar.

Outra vantagem das películas de gel é que são muito mais resistentes aos riscos do que os protectores de ecrã de plástico ou de vidro normais. Isto porque o material de gel é mais durável, pelo que será necessária mais força para o arranhar. E se por acaso arranhar o seu protector de ecrã de gel, o nano gel apresenta um excelente poder auto regenerativo que o permitirá regenerar todos os golpes que a película possa sofrer após uma queda. 

Finalmente, as películas de gel são também muito mais resistentes aos impactos do que os protectores de ecrã normais. Isto porque o material em gel, embora seja mais resistente, também é mais suave, e absorverá o impacto de uma queda de forma melhor do que um protector de ecrã normal.

Ou seja, resumindo, as vantagens das películas de gel:

É a melhor solução para ecrãs curvos ( temos uma nova matéria que permite o nosso gel adaptar-se totalmente ao teu display curvo) -  é o adeus às películas de vidro que nunca tiveram aderência no teu display

Cortes com precisão ( graças à tecnologia dos nossos equipamentos conseguimos cortar as películas de forma a que mesmo usando uma capa que venha para cima do display a mesma não danifique a tua película. 

Resistente a impactos e arranhões ( a película Nano Gel foi desenvolvida de forma a ter resistência a impactos mais fortes sem que se danifique, usada também em hélices de helicópteros, tem um excelente poder auto regenerativo que permite regenerar todos os golpes que a mesma possa sofrer após uma queda) 

Se estiver interessado em aplicar, poderá visitar a FixMobile:

✅ Aplicação rápida nas nossas instalações - (temos técnicos bem treinados na colocação de filmes Nano Gel, e capazes de o aconselhar sobre o melhor tipo de material gel a utilizar no seu equipamento). Sinta-se à vontade

para nos contactar para um orçamento gratuito.

✅Técnicos bem treinados que o poderão recomendar o tipo de material a utilizar no seu equipamento

✅Oferecemos um orçamento gratuito.

Peça o seu orçamento gratuito aqui.

Para é que serve um SSD? (E quais são as suas vantagens?)

Então, vamos diretos ao ponto, o que é um SSD? Um (unidade de estado sólido) é uma nova geração de dispositivo de armazenamento utilizado em computadores. Os SSD utilizam memória baseada em flash, que é muito mais rápida do que um disco rígido mecânico tradicional. A atualização de um HD para um SSD é uma das melhores formas para acelerar o seu computador. 

Quais são as vantagens de um SSD?

Mais rápido

A diferença mais marcante entre um SSD e um HD certamente é a velocidade. Já foram produzidas diversas comparações que atestam que o módulo de memória de estado sólido é muito superior nesse quesito quando comparado a um disco rígido convencional. E isso fica evidente não somente na inicialização do sistema, mas também na abertura e execução de programas.

Um dos motivos para essa diferença é a simples estrutura apresentada pelos dois formatos de armazenamento. Enquanto o HD usa um braço mecânico que precisa varrer um disco magnético para carregar e salvar os dados, o SSD tem todos os arquivos guardados em módulos de memória flash. O acesso, nesse caso, é instantâneo e a diferença fica evidente em muitos dos processos do computador.

 

Mais seguro

Não, o SSD não vem instalado com um antivírus de fábrica. Muito menos ele pode te ajudar diretamente na luta contra malwares e outras ameaças cibernéticas. A segurança que o SSD confere é com relação a integridade de seus dados, já que essa unidade não é tão suscetível a danos por impactos como é um disco rígido tradicional.

Além disso, por não possuir partes mecânicas e consumir menos energia, o SSD também esquenta menos. A unidade de estado sólido também é capaz de resistir a maiores variações de temperatura, o que de fato o qualifica como mais seguro que um simples HD.

Mais compacto, leve e silencioso

Quando comparado a um HD convencional, aquele que geralmente encontramos em computadores desktop, o SSD é, pelo menos três vezes mais compacto. Isso se traduz em maior aproveitamento de espaço e possibilidade de utilização de outros componentes na mesma máquina.

No caso de notebooks, o disco rígido de 2,5 polegadas até rivaliza com um SSD SATA tradicional, mas ainda é mais pesado — ponto de extrema importância para dispositivos portáteis, como é o caso de um laptop. Mas ele não se compara aos SSDs modernos que usam a interface M.2 e são muito menores, mais leves e rápidos que os discos rígidos de notebook.

O fato de não existirem partes mecânicas no SSD traz ainda outra vantagem: a inexistência de sons em seu funcionamento. Quem tem uma máquina com um HD tradicional sabe que ligar o PC parece dar início a processo de lançamento de um foguete.

 

Mais econômico

Por ter um processo de funcionamento completamente diferente de um HD convencional, o SSD ganha não somente em desempenho, mas também em economia. A unidade de estado sólido pode consumir até duas vezes menos energia quando comparado ao disco rígido. Isso sem mencionar a menor possiblidade de falhas e danos causados por impacto, por exemplo. Se estraga menos, causa menos prejuízo para o bolso.

Outro aspecto importante ainda dentro do âmbito da economia é o tempo economizado em cada inicialização e execução de programas. Imagine o tempo precioso que é gasto em cada uma dessas tarefas em um HD convencional? Alguns nem precisam imaginar, já que “sofrem” com isso diariamente. Tempo pode não se traduzir em dinheiro necessariamente, mas quem tem mais tempo pode fazer mais dinheiro ou simplesmente gastá-lo como preferir.

 

 Pede já orçamento gratuito para instalação de um SSD no teu equipamento:

  • 915270036 
  • suporte@fixmobile.pt 

O cabo da Apple Lightning fez 10 anos, o que se espera agora desta porta?

Em setembro de 2012 Apple introduziu o iPhone 5 - este era maior, mais rápido e mais potente do que o seu antecessor, no entanto, a mudança mais revolucionária talvez tenha sido a forma como este se carrega. No palco, no momento quando se estava para introduzir o novo telefone, o antigo chefe de marketing da Apple, Phil Schiller, anunciou que a empresa estava a mudar do conector de 30 pinos que tinha estado em cada iPhone que se usava até então para uma pequena nova porta chamada Lightning. Este cabo parecia ser tudo o que o seu predecessor e concorrentes não eram: rápido, compacto, e robusto. Schiller chamou-lhe de "um conector moderno para a década seguinte".

Avançamos rapidamente até 2022, e o conector durou uma década, como Schiller prometeu. E hoje em dia, cada iPhone ainda vem com um cabo Lightning, e o cabo continua a ser um método fiável para carregar dispositivos e para ligar a acessórios e carros. Mas à medida que a Lightning se aproxima do seu 10º aniversário, muitos clientes estão prontos para que a Apple siga em frente e que introduza uma mudança radical na forma como carregam os seus telefones. Não porque o Lightning está desatualizado, mas sim porque um outro cabo o ultrapassou numa única área chave - a conveniência.

 

 

E agora em 2022, a maioria dos nossos dispositivos usa uma porta compacta e versátil para o carregamento e transferência de dados - e não é a porta Lightning. O USB-C está em basicamente todo o lado, desde dos telefones Android, até aos vários gadgets como GoPros e consolas. Até a Apple o utiliza como o conector para todos os seus MacBooks e para quase todos os seus iPads.

Hoje em dia, são muito poucos os dispositivos que continuam a utilizar a porta Lightning. Ainda existem nos iPhones, num modelo de iPad (por agora), e em alguns acessórios, tais como o Magic Mouse da Apple, Magic Keyboard, e nos AirPods. Isso significa que se possuir um iPad Air e um iPhone, ou um MacBook e um Magic Mouse, ou um portátil Windows e um par de AirPods, necessitará de pelo menos dois carregadores separados para os alimentar.

Infelizmente, é muito improvável que a Apple esteja a planear introduzir o USB-C na linha dos iPhones com o próximo iPhone 14. Mas é possivel que a Apple se veja obrigada a livrar-se do cabo Lightning nos telefones mais cedo do que mais tarde. Isto porque a União Europeia está em vias de fazer do USB-C o padrão de carregamento legalmente obrigatório para telefones

 

Seja o que o futuro tenha reservado para os próximos iPhones, não te preocupes, porque a FixMobile continuará a prover soluções para os teus problemas ?